/ Artigos

7 vícios prejudiciais ao seu carro que você precisa parar de fazer

Sabe aquele vício de dirigir com a mão repousada no câmbio, ou com o pé na embreagem? Apesar de parecerem inofensivos, esses e outros costumes podem prejudicar e muito a saúde do seu carro. Confira nosso post e entenda por quê!

Atire a primeira pedra quem não tem nenhuma mania ao volante, não é mesmo? As pessoas saem das autoescolas sem vícios, mas não muito tempo depois adquirem, mesmo que sem querer, alguns hábitos nada saudáveis.

E foi pensando nisso que separamos alguns costumes mais comuns que os condutores costumam ter, que podem afetar o funcionamento dos veículos, desgastar as peças precocemente e darem prejuízo para o seu bolso.

Confira nossa lista com 7 vícios prejudiciais ao seu carro e pare de fazê-los hoje mesmo:

1- Descansar o pé na embreagem


O conjunto de embreagem dura em torno de 100 mil a 150 mil quilômetros rodados, porém, com o hábito de descansar o pé no pedal, as peças que compõem o sistema podem ter sua vida útil reduzida em 50%. O mesmo vale para quem costuma segurar o carro em subidas, utilizando a embreagem e o acelerador, ao invés do freio.

Portanto, a recomendação é que se coloque o pé na embreagem somente na hora do arranque, parada e trocas de marcha, combinado?

2- Dirigir com a mão sobre o câmbio


Outro vício muito comum entre os condutores é dirigir com a mão repousada sob o câmbio. O hábito força o trambulador, uma das peças responsáveis pela ligação do câmbio com as engrenagens da transmissão, gerando desgaste precoce.

Por isso, é recomendado que só seja colocada a mão no câmbio para fazer a troca de marcha.

3- Andar com o combustível na reserva


Acostumado a andar com o combustível na reserva? Fique atento, pois o hábito pode ocasionar problemas ao seu veículo. Isso porque o combustível que fica no fundo do tanque, utilizado na reserva, acaba acumulando impurezas e pode ser puxado pela bomba de combustível, ocasionando entupimento dos bicos de injeção e desgaste prematuro do filtro de combustível.

Outro perigo que essa mania oferece é a queima da bomba de combustível, devido ao baixo nível no reservatório.

A nossa dica é: programe-se para rodar sempre com o tanque acima do nível da reserva e utilize a função somente em caso de imprevisto, não como uma prática constante. O seu carro agradece!

4- Descuido com os pneus

A falta de cuidados com os pneus do carro também é um hábito prejudicial, por isso:

  • Evite subir em calçadas sem guia rebaixada. A prática pode danificar, reduzir a vida útil dos pneus do seu carro e até mesmo afetar a parte de direção e suspensão dele;
  • Calibre os pneus do seu veículo semanalmente. Isso evita o desgaste irregular e o aumento do consumo do combustível;
  • Evite prensar os pneus na guia ao estacionar. Isso força a direção e pode causar desalinhamento das rodas, além de danificar as bandas de rodagem e deformar a lateral dos pneus.

5- Adiar manutenções


Um hábito muito comum e prejudicial ao veículo é adiar as manutenções preventivas. As pessoas costumam achar que sempre dá para rodar mais um pouquinho, não é mesmo? Porém, ao retardar as revisões e passar do prazo estipulado, você pode acabar ocasionando danos mais sérios ao seu carro e terminar gastando muito mais do que precisaria.

Adiar uma simples troca de óleo, por exemplo, pode comprometer o motor. Já imaginou o prejuízo? Por isso, mantenha as revisões do seu carro sempre em dia, e ao chegar perto da próxima manutenção, programe-se para levá-lo em um autocenter de sua confiança.

6- Descer ladeiras em ponto morto


Ao contrário do que muitos motoristas pensam, descer ladeiras em ponto morto não economiza combustível, pelo contrário, em veículos com injeção eletrônica – a maioria atualmente – isso aumenta o consumo. Além disso, o hábito sobrecarrega o sistema de freios, fazendo que ele não funcione com a mesma precisão.

E mais, a atitude ainda pode pesar no seu bolso, visto que transitar com o veículo desligado ou desengrenado em declive é uma infração média, de acordo com o artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro, passível de multa de R$ 85,13 e mais quatro pontos na carteira de habilitação.

7- Forçar o volante


Na hora de manobrar, é muito comum o motorista estorcer e forçar o volante no fim do curso, mesmo com as rodas já viradas completamente. Esse vício pode ocasionar o desgaste da bomba de direção, reduzindo sua vida útil.

Por isso, na hora de manobrar, ao perceber que o volante já está totalmente estorcido, alivie a pressão sobre ele.

Agora que você já conhece alguns vícios prejudiciais ao seu carro e os problemas que eles podem causar, que tal ficar mais atento na hora de dirigir para não cometê-los? O seu veículo e seu bolso agradecem!

Gostou deste conteúdo e quer saber mais dicas sobre cuidados com seu carro e assuntos relacionados? Então acompanhe nosso blog e redes sociais!

7 vícios prejudiciais ao seu carro que você precisa parar de fazer
Compartilhe

Inscreva-se em Bs Autocenter