/ Artigos

Check-up geral! O básico você precisa saber

Pneus
Saber “ler” os pneus é algo essencial para a sua segurança. Verifique o estado dos seus por meio do TWI – indicador de desgaste da banda rodagem. É aquele “calombinho” que fica no meio das ranhuras do pneu. Quando ele está exposto ou encostando no solo é sinal que a borracha já está desgastada no limite da aderência para rodar. Além disso a calibragem é essencial, considerando a pressão indicada pelo fabricante do carro, com bagagem e sem. Também é importante observar a validade dos pneus. O prazo é 5 anos a contar da data de fabricação. Depois desse tempo a borracha perde suas propriedades. Você pode conferir nos dois últimos dígitos na lateral o ano de produção.

Alinhamento e balanceamento
Não vale a pena esperar até sentir vibrações ao volante ou perceber que o carro está puxando para um dos lados durante a viagem. A recomendação é que o alinhamento e o balanceamento sejam feitos a cada dez mil quilômetros, mesmo que o condutor não sinta nenhum comportamento anormal no automóvel. Deve-se verificar sempre que houver troca de pneus ou rodas, se acontecer vibração do volante ou do veículo e também quando for efetuado o rodízio de pneus. Além disso, faça o balanceamento quando um pneu ou câmara de ar for consertado ou ocorrer choque forte contra algum obstáculo na pista. E não deixe de observar se está havendo desgastes desproporcionais nas laterais dos pneus. Esse é um sinal clássico de falta de alinhamento e balanceamento.

Sistema de Arrefecimento
Em alguns casos de congestionamento ou situações de subida intensa pode ocorrer superaquecimento do motor. Nesse caso é importante ter verificado se as mangueiras estão em bom estado assim como a tampa do reservatório. A cada dois anos o líquido deve ser substituído e nunca se deve utilizar apenas água, principalmente a de torneira. O correto é uma mistura de água destilada e aditivo próprio (etileno glicol) para esse fim na proporção 50/50.

Óleo
O nível do óleo também é simples de ser checado e merece atenção. Se estiver baixo, deve ser completado com um lubrificante com as mesmas especificações do que já está sendo utilizado. Mas, se estiver perto do prazo para troca, seja por tempo ou quilometragem, vale a pena fazer a substituição para não correr riscos.

Check-up geral! O básico você precisa saber
Compartilhe

Inscreva-se em Bs Autocenter